A Cidade Luz

De onde vem a luz de Lisboa?

Cidade de Lisboa

Poetas, pintores, habitantes e visitantes em geral encantam-se com a luz de Lisboa. Sentem-na, falam dela, fotografam-na, pintam-na, em diferentes horas do dia e nos mais diversos locais.

A explicação é simples. A cidade, estando junto ao Atlântico, é frequentemente varrida ao fim da tarde por vento Norte, que limpa a poluição e aclara o ar. Depois, o imenso espelho de água que o rio Tejo proporciona reflete uma imensa quantidade de luz sobre a cidade. Cientificamente constata-se que Lisboa tem muitos dias de sol. Na última década a média anual foi de 269 dias de céu limpo. Lisboa apresenta índices de insolação superiores a 3000 horas/ano.

E quando e onde se pode admirar melhor essa luz? Há quem prefira o final da tarde e o horizonte afunilado de certas ruas que, desde as colinas da cidade, caminham em direção ao Tejo, lá ao fundo. Há quem diga que a magia se sente mais ao amanhecer e muitos pensam que a melhor maneira de apreciar a luz de Lisboa é desde a outra margem do rio, ao pôr do sol, numa esplanada ribeirinha. Absolutamente consensual é que, vista do rio, ao pôr do sol, a cidade transforma-se num cenário ainda mais brilhante ….

Venha descobrir este e outros tesouros … de um ângulo nunca visto,a bordo de um dos nossos veleiros:

RESERVE JÁ

 

Share