...
Home / Junho, o mês dos Santos Populares em Lisboa

Junho, o mês dos Santos Populares em Lisboa

Lisboa é conhecida pela sua história, cultura e comida deliciosa. Está tudo preparado para receber com grande animação a tradicional celebração dos Santos Populares. Se está ou pensa visitar Lisboa, não há melhor forma de conhecer as tradições e o património da cidade!

Convívio nos Santos Populares em Lisboa

Os Santos Populares ou “Os Santos”, como são conhecidos, decorrem durante todo o mês de junho e homenageiam os santos padroeiros de diferentes bairros. Para tornar estas festividades ainda mais especiais e cheias de vida, este ano irá decorrer a 1ª edição dos Santos no Tejo, na Doca da Marinha.

Quer seja um apreciador de gastronomia, de música ou simplesmente esteja à procura de uma experiência cultural única, não vai querer perder estas incríveis celebrações. Então, vamos mergulhar e explorar os melhores lugares para se juntar à diversão!

Onde tudo começou…

As festas dos Santos Populares são uma tradição portuguesa que remonta ao século XIII. Estas festas são celebradas durante o mês de junho, em honra a três Santos: Santo António, São João e São Pedro.

Apesar de muitos considerarem Santo António como o padroeiro da cidade de Lisboa, esta foi, na verdade, uma escolha popular. No ano 1173, São Vicente foi nomeado como o padroeiro oficial da cidade de Lisboa e assim se mantém até hoje.

Nascido em 1195, Fernando Bulhões, mais conhecido como Santo António, é o padroeiro dos pescadores, grávidas, marinheiros, viajantes, agricultores, idosos, e conhecido para muitos como o Santo casamenteiro. O nome “António” foi escolhido pelo mesmo assim que este ingressou na Ordem Franciscana, no Mosteiro de S. Vicente de Fora.

O Santo António é a celebração mais importante e popular de Lisboa. Para os fiéis, a sua figura simboliza um homem bondoso, inteligente, carismático e com um excelente discurso.

As festas de São João celebram-se no dia 24 de junho e também são bastante populares em Lisboa, embora não tenham a mesma dimensão que as festas de Santo António. É no Porto que acontece o apogeu das festividades, sendo feriado local nesse dia.

Tal como São João e Santo António, São Pedro é um santo popular muito estimado. É o último santo popular de acordo com estas datas, sendo a sua festa celebrada a 29 de junho. Também neste dia se celebra o Dia do Papa, visto São Pedro ter sido o primeiro Papa da Igreja Católica.

Tradição é sinónimo de festa

Durante estas celebrações, as ruas de Lisboa enchem-se de cor e música, convidando cada um a dançar, cantar e desfrutar a deliciosa comida e bebida.

Uma das atividades mais tradicionais durante as festas dos santos é a procissão, onde a imagem do santo é levada pelas ruas do bairro e as pessoas demonstram o seu amor pelo mesmo.

Também os arraiais são um ícone destas festividades dos Santos Populares no mês de junho. Os arraiais são festas populares organizadas pelas associações de cada bairro. As ruas são preenchidas com barracas que vendem comida, bebida e artesanato. É, sem dúvida, a oportunidade perfeita para experimentar alguns dos pratos mais deliciosos da culinária portuguesa. Desde as sardinhas assadas até ao caldo verde, são iguarias que devem constar na sua ementa. Além disso, não faltam bebidas refrescantes, como a sangria e a cerveja, para acompanhar a festa.

Igualmente importantes são as marchas populares. Consistem em desfiles temáticos, previamente ensaiados, com trajes únicos. Compostas por moradores de diferentes bairros, os grupos desfilam pela Avenida da Liberdade ao som de músicas populares portuguesas. As marchas são uma verdadeira demonstração da identidade e do espírito comunitário lisboeta.

Outra tradição única são os casamentos de Santo António. Se os casais pretenderem dar o nó pela via religiosa, a cerimónia decorre na Sé de Lisboa. Contudo, há quem opte pelo registo civil. O copo d’água é celebrado em conjunto com todos os casais, vestidos a rigor.  

Assim como acontece nas marchas populares, os recém-casados desfilam pela Avenida da Liberdade na véspera do feriado de Santo António.

Quais os tradicionais lugares para festejar os Santos Populares?

Alfama é um dos bairros mais antigos de Lisboa e é conhecido pelas suas ruas estreitas, casas coloridas e pelas suas casas de fados. Durante as festas, Alfama ganha ainda mais vida com a música tradicional, dança e comida.

Outro bairro muito popular em Lisboa, é o Bairro Alto, mais conhecido pela sua ativa vida noturna e pelos bares animados. Graças ao tempo agradável que se faz sentir no mês de junho, estas celebrações permitem longas noite de diversão, oferecem excelentes cartazes musicais e com entrada gratuita.

O bairro histórico da Graça, no topo de uma colina, oferece vistas deslumbrantes sobre a cidade. Sendo considerado um dos arraiais mais conhecidos da cidade, no Arraial da Vila Berta nunca falta sardinha assada e bailaricos.

Se quer juntar o útil ao agradável, nós temos mais uma sugestão para si. Para aproveitar a sua estadia por Lisboa e as festas populares, nada melhor do que experienciar os “Santos” a bordo na nossa companhia.

A 1ª edição dos Santos no Tejo

Perto da baixa lisboeta e junto ao nosso rio Tejo, a Doca da Marinha recebeu o maior “Santódromo da capital” para festejar os Santos Populares.

A primeira edição dos Santos no Tejo decorreu entre os dias 1 a 12 de junho e foi uma experiência única, segura e diferente. O recinto estava preparado para receber cerca de 8 mil pessoas diariamente.

O incrível cartaz musical contou com vários nomes populares da música portuguesa, entre eles, Quim Barreiros, José Malhoa, Emanuel, Ágata e muitos mais.

Os Santos no Tejo tiveram comida para todos os gostos. As tradicionais sardinhas assadas, o pão com chouriço, as bifanas e o caldo verde são iguarias que nos deixam com água na boca. Para além disso, também recebeu “food trucks” com hambúrgueres, cachorros, farturas, waffles e o saboroso açaí.

Apesar da abertura do recinto ter começado mais cedo que o habitual (às 17 horas), contou com uma programação diversificada para divertir todas as idades. O maior Santódromo da Capital programou uma variedade de jogos, tais como o destruidor de alvos, punho de aço, matraquilhos, kicker turbo e muito mais.

A 2ª edição do maior Santódromo da Capital

Graças ao sucesso da primeira edição dos Santos no Tejo, este ano o caminho repete-se!

Entre os dias 31 de maio a 9 de junho, os Santos voltam à Doca da Marinha com muita animação. A presenças de Emanuel e Rebeca repete-se, e nomes como Ana Bacalhau, Áurea, Dama e Jorge Guerreiro, também se vão juntar à festa.

Garanta já o seu lugar e compre os bilhetes antes que esgotem! Saiba mais informações aqui:

Planos para uma experiência completa

A combinação perfeita para conhecer Lisboa em dois aspetos importantes: a sua história e a sua cultura.

Comece o dia com um passeio de barco para admirar as paisagens deslumbrantes do Rio Tejo e os seus pontos turísticos, enquanto a nossa equipa explica-lhe tudo sobre a história de Lisboa e de Portugal. Usufrua deste passeio, relaxe e aproveite para tirar fotos.

Termine o dia com a ida à festa dos Santos no Tejo. Explore as diversas barracas e experimente as iguarias típicas destas festas. Desfrute da música ao vivo e sobretudo do ambiente animado. Leve apenas boa disposição e muita vontade de dançar e conviver até às tantas.

Aproveite, pois só acontece uma vez por ano 😉

Junte o útil ao agradável

Durante o mês de junho não perca a oportunidade de vivenciar os Santos Populares em Lisboa. Desde a música animada até às comidas deliciosas e à sua decoração característica, são oportunidades únicas para mergulhar na verdadeira essência das tradições de Lisboa.

Se juntar o útil ao agradável pode ainda usufruir de um dia maravilhoso. Começa o dia a bordo, desfruta da vista esplêndida para as margens de Lisboa e termina nas festividades dos Santos no Tejo.  

Seja como for, os Santos são uma oportunidade para celebrar a cultura e a identidade lisboeta, fortalecendo os laços comunitários e promovendo o espírito de festividade e união. Vista a sua roupa mais confortável, prepare os seus sapatos e divirta-se ao máximo!

Experiências relacionadas

"O barco de cada um está dentro de seu próprio peito (Couto, Mia)." Descubra o seu barco e o marinheiro que há em si.
Todas as Experiências

Se gostaria de experienciar os “Santos a bordo”, fale connosco!

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.