...
Home / Vistas / Estação Fluvial Sul e Sueste

Estação Fluvial Sul e Sueste

Um marco histórico e cultural

A Estação Fluvial Sul e Sueste é um marco histórico e cultural importante em Lisboa, oferecendo uma variedade de opções de transporte, lazer e entretenimento para os visitantes.

Vista frontal para o edifício da Estação Fluvial Sul e Sueste

A Estação Sul e Sueste é uma estação fluvial localizada no Terreiro do Paço, em Lisboa, onde é possível apanhar os barcos que fazem a ligação à margem sul do Tejo. Junto à Doca da Marinha e à Praça do Comércio, é um ponto com história à beira-rio. Inaugurada em 1932, passou por várias renovações, sendo a última concluída em maio de 2021.

Praça do Comércio vista desde a Estação Fluvial Sul e Sueste
Localizada junto à Praça do Comércio

Da autoria de Cottinelli Telmo (1897-1948), no estilo Art Déco, sendo inaugurada em 1932 para ligar Lisboa ao Barreiro por via fluvial. Assim funcionou durante anos, passando a estabelecer ligações ao Seixal e Almada.

A reabilitação da Estação

No entanto, e após cerca de duas décadas sem utilização, a reabilitação da Estação começou em 2019 sob um projeto de arquitetura exterior da autoria de Ana Costa, neta de Cotinelli Telmo, e de Bruno Soares, no interior, procurando preservar a fidelidade do aspeto original. Este renovado edifício foi inaugurado a 1 de maio de 2021.

Detalhe do interior do edifício da Estação Fluvial Sul e Sueste
O interior do edifício da Estação Fluvial Sul e Sueste

Contudo, manteve-se o chão de mármore, os azulejos, a inspiração art déco e o grande relógio; sendo o seu recheio de estilo minimalista. No interior da estação, é possível encontrar o Centro Tejo, um espaço interativo, que explora o rio e a sua história compartilhada entre lisboetas e habitantes da margem sul. Este espaço convida o visitante a descobrir o Tejo ao longo de várias salas temáticas, com uma maqueta interativa com água dá a conhecer o efeito das marés e um espaço com hologramas, dedicado às profissões e atividades ligadas ao rio.

A estação dispõe ainda de uma cafetaria com esplanada na antiga sala de espera da primeira classe, sendo os azulejos restaurados pelo pintor Alves de Sá (1878-1972).

Em resumo, a Estação Fluvial Sul e Sueste é um marco histórico e cultural importante em Lisboa. Dessa forma, oferece uma variedade de opções de transporte, lazer e entretenimento para os visitantes. Com a sua arquitetura, vistas deslumbrantes e espaços culturais e de lazer, é uma visita obrigatória para qualquer pessoa que visita a cidade de Lisboa.

Experiências relacionadas

"O barco de cada um está dentro de seu próprio peito (Couto, Mia)." Descubra o seu barco e o marinheiro que há em si.
Todas as Experiências
Ilustração de um veleiro com o sol no céu

Venha descobrir este e outros tesouros… de um ângulo nunca visto, a bordo de um dos nossos veleiros.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.