...
Início » Vistas » Estação de Santa Apolónia

Estação de Santa Apolónia

Foi originalmente planeada como uma gare ferroviária e fluvial

É a estação comum mais antiga de Lisboa e foi o ponto de partida e chegada de comboios, nacionais e internacionais.

Estação de Santa Apolónia vista ao entardecer

A Estação de Santa Apolónia é uma das mais antigas estações de comboio em Portugal, sendo inaugurada em 1865 num edifício onde antes existia um convento. Originalmente planeada como uma gare ferroviária e fluvial, é por isso um importante ponto de ligação para os viajantes que visitam a capital portuguesa.

A gare da estação estação possui 117 metros de comprimento
Gare da Estação de Santa Apolónia

A sua fachada apresenta um estilo neoclássico. A nave da estação possui 117 metros de comprimento, mais de 24 metros de largura e uma altura de 13 metros. Os materiais para a sua construção foram, sobretudo, alvenaria de tijolo, cantaria de calcário, ferro forjado, madeira de pinho e vidro. Atualmente, é a Infraestruturas de Portugal quem gere a estação.

Estátua ao emigrante
Monumento ao emigrante em frente à estação de Santa Apolónia

A Estação de Santa Apolónia foi ponto passagem para milhões de emigrantes que, nas décadas de 60 e 70, chegavam e partiam para França ou Alemanha em busca de uma vida melhor. Assim, em 1981, em frente à estação de comboios, inaugurou-se o monumento ao emigrante, uma escultura em bronze de Dorita Castel-Branco.

Enquanto estação de comboios, Santa Apolónia perdeu importância após a inauguração da Gare do Oriente, em 1998, mas continuam a passar por ali centenas de milhares de pessoas por ano. Desde 2007 é também a estação final para uma das linhas de metro de Lisboa, encontrando-se localizada muito próxima do terminal de cruzeiros.

Vista aérea da Estação de Santa Apolónia e da sua zona envolvente
A Estação de Santa Apolónia e da sua zona envolvente

Desde 2022 o hotel de cinco estrelas The Editory Riverside Santa Apolónia ocupa uma parte da estação com um total de 126 quartos alusivos à temática da herança ferroviária portuguesa.

Experiências relacionadas

"O barco de cada um está dentro de seu próprio peito (Couto, Mia)." Descubra o seu barco e o marinheiro que há em si.
Todas as Experiências
Ilustração de um veleiro com o sol no céu

Venha descobrir este e outros tesouros… de um ângulo nunca visto, a bordo de um dos nossos veleiros.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.